Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

uma miúda e um cão

por Carina Jordão

uma miúda e um cão

por Carina Jordão

Sugestão de fim-de-semana #1

Legos, muitos Legos nas Caldas da Rainha.

Até dia 1 de Novembro podem visitar o Caldas Fan Event for Lego Lovers, uma exposição enorme de legos na minha cidade. Fui ontem visitar e recomendo. Muitas mesas temáticas, tudo construído com legos.

Podemos ver várias réplicas de monumentos de cidades, personagens e cenários de filmes e séries bem como uma parte dedicada à saga Star Wars. A par disso há as novidades da lego e as peças e construções clássicas.

Eu gostei particularmente de ver recriadas em lego alguns monumentos e cenários de cidades em que eu já tive oportunidade de estar.  Ficam algumas fotos:

12188874_10153746106249380_585958260_n.jpg

 Preço: 3 euros a partir dos 12 anos

12188549_10153746104539380_728598061_n.jpg

 

 Torre de Belém - Lisboa

12188391_10153746104444380_354256076_n.jpg

 Tower Bridge - Londres

12200825_10153746105584380_1926633491_n.jpg

 Museu do Louvre - Paris

12188511_10153746104884380_1831930436_n.jpg

 Casa dos Bicos - Lisboa

12200464_10153746105764380_205773219_n.jpg

 Fontana de Trevi - Roma

10150099_10153746104679380_118655471_n.jpg

 London Eye - Londres

12181823_10153746105819380_1984957741_n.jpg

 

Simpsons Movie

 

12179743_10153746105929380_1953269791_n.jpg

 Harry Potter 

12200984_10153746103449380_1710081466_n.jpg

 Star Wars

12179837_10153746103869380_1495678706_n.jpg

 Não podia faltar o Zé Povinho

 

E aqui fica a primeira sugestão de fim-de-semana, sim porque amanhã já é sexta feira!! :) Para os mais pequenos há também insufláveis e para os mais gulosos, vendem pipocas, algodão doce e derivados.

 

Romeo- o cão #2

"(...) É verdade que espreitei, mas também é verdade que já não saí de lá sem saber que ele vinha viver comigo”.

E veio. Não o pude trazer nesse dia mas comecei logo a pensar no que era necessário: foi toda uma procura por camas, tacinhas para a comida, brinquedos e afins. Depois foi pensar onde é que ele ia ficar durante noite, onde seria o espaço dele, e lá ficou decidido que ficaria na cozinha porque achei que na sala tudo fosse apetecível aos dentinhos.

 

DSC_1320.jpg

Antes de ele chegar, já tinha o seu cantinho à espera

 

Foi a um domingo, que com o meu namorado, o fomos buscar. (É verdade, o Romeo é de Sobral de Monte Agraço mas está cada dia a ficar mais caldense!) Bem, lá chegamos nós e deparamo-nos não sei com quantas pessoas, cada uma com o seu cachorro ao colo, prontos a irem para uma nova casa. E nós fomos também.

 

11025928_10153161884314380_7944839254957349494_o.j

 Primeira fotografia em casa

 

E o que é que eu posso dizer mais?

Porta-se muito bem, e nunca nos roeu nada (não é que não vá ainda a tempo de começar) a não ser morder a madeira da porta da dispensa. Está super mimado e não obedece a nenhum de nós. Adora dormir na cama (não na dele), passear sem trela, e de todos os cães que eu conheço é o único que não corre atrás dos pombos que estão no parque. Anda sempre com os donos para todo o lado, já fez muitos quilometros de carro e já sabe que o lugar dele é no banco de trás. Adora e tenta brincar com tudo o que são cães e ainda não conhece o perigo de tentar brincar com gatos.

 

11063147_10206295084641861_560606393_n.jpg

 A conhecer o primo Ginja, de quem já vos falei 

 

Além disso, enche-me a casa de pêlo e faz com que se ande constantemente de esfregona nas mãos mas foi a melhor decisão que podia ter tomado, porque desde o dia que chegou, tenho este gordo em casa à minha espera. Todos os dias.

E é este o Romeo-o cão, que faz hoje 10 meses!

 

11148584_10153340917604380_5743669371388026247_n (

 

Romeo- o cão #1

No início deste ano, percebi que mais do que nunca sentia falta de um animal de estimação. Cresci com eles, e só nos anos de universidade é que vivi sem nenhum.

Houve de tudo. Os peixes que duravam só uma semana (juro que não sei o que acontecia para tão pouca duração), os hamsters que têm pouquíssima esperança de vida o que fazia com que houvesse choradeira quando um morria, as tartarugas (tenho uma na casa da minha mãe que dura há mais de uma década), um cágado gigante que apareceu no quintal da minha avó e que por lá ficou até ele querer, dois pássaros, e até um lagostim dentro de um aquário. E claro, cresci com uma cadela, e depois dela seguiram-se mais cães, e um gato. Apareceram de várias maneiras. Um deles, acreditamos até hoje que foi abandonado por um circo que passou na cidade, tal era "os malabarismos" que fazia, o gato (hoje com 10 anos) foi colocado num saco de plástico em bebé no jardim de casa, e podíamos continuar...

Bem, mas vamos ao presente. Isto de crescer, e de entrar no mundo do trabalho (leia-se no mundo dos estágios mas isso fica para uma outra vez) levou-me a ir para aquela que é agora a minha casa, e apesar de não puder estar melhor acompanhada, faltava qualquer coisa. Quando percebi o que era, e que me ia ajudar naquele momento, comecei a pensar seriamente em procurar um cão (tenho de confessar que já existia na minha cabeça toda uma cadela imaginária, já com nome e tudo!!) e pouco tempo depois disse para mim mesma que ia só espreitar uma ninhada... É verdade que espreitei, mas também é verdade que já não saí de lá sem saber que ele vinha comigo para casa. 

Ora bem, mudou a hora, mais logo há dérbi na luz... e eu fiz um blog!

Já há algum tempo que, acompanhando vários blogs, me apeteceu criar um meu. Um espaço onde possa escrever e partilhar o que gosto, o que me faz bem, aquilo que me rodeia, aquilo em que acredito e o que me motiva. Não tem um tema único, nem nada de muito pensado, sobre tudo, ou sobre nada. Sobre momentos.

E foi num momento, um dos menos felizes, que apareceu o Romeo - o cão , que me vai acompanhar por cá. Acompanhem também! 

12181913_10207925899291208_1872626067_n.jpg