Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

uma miúda e um cão

por Carina Jordão

uma miúda e um cão

por Carina Jordão

Ontem à noite no Teatro da Trindade...

...aplaudi de pé.

 

César Mourão sobe ao palco como Esperança, uma octogenária que pretende levar à risca o ditado "A esperança é a ultima a morrer".

De forma divertida, entre risos, apela à reflexão, alertando para algumas das dificuldades com que se deparam  as pessoas mais velhas. Aquelas que sabem que o seu caminho já não é longo como outrora. Por isso vão devagar. A solidão, o abandono, as memórias de uma juventude sem liberdade e com escassas oportunidades. Mas também uma resiliência fenomenal e uma vontade grande de viver.

 

E esperança, até ao fim, no amor.

image.jpeg

Corram, ainda têm a sessão de hoje, de sábado e de domingo. Vale bem a pena.

4 comentários

Comentar post